Cuidar dos olhos

O meu bem estar é importante para o meu equilíbrio, por isso, cuidar dos olhos é prioritário.

Vou ao médico oftalmologista com regularidade.
As pessoas com baixa visão como eu, tem ao seu dispor a consulta da especialidade, que é a consulta de subvisão, nos hospitais do Porto, Coimbra e Lisboa.

Sigo algumas orientações para a saúde dos meus olhos que partilho convosco.

Uma bolsa com uma toalha e produtos para a limpeza dos olhos.

CONSELHOS BÁSICOS

Lavo sempre as mãos antes de limpar os olhos, de manhã e à noite.
Ao deitar retiro sempre a maquilhagem e só depois é que coloco a medicação (gotas ou pomada).

Tenho um cuidado especial na escolha da maquilhagem: uso sombras em creme e troco regularmente de rímel. Estes produtos são usados só por mim.

Durante o dia mantenho os olhos lubrificados. No caso de os sentir secos, coloco umas gotas (receitadas pelo oftalmologista ou farmacêutico).
É igualmente benéfico pestanejar várias vezes ao dia.

Quando os meus olhos estão muito inchados, coloco uma placa de gelo leve (algumas tem o desenho de uns óculos), protegida por um pano seco, durante pouco tempo (no máximo 3 minutos), sentindo de imediato um grande alívio.

Esforço-me por continuar a estimular a visão, por mais pequeno que seja o meu resíduo visual. Os olhos são muito preguiçosos.

Para a claridade ou para o sol, uso óculos de proteção (óculos de sol) a cor do filtro (cor das lentes), foi escolhida de acordo com as caraterísticas da minha pouca visão. Consulte um bom oculista.

NOTA: Todos estes conselhos resultaram da minha experiência e do conhecimento acumulado, nas conversas com especialistas e na consulta de subvisão.