Enfiar a Agulha

Enfiar uma linha numa agulha, por quem vê, pode ser uma tarefa fácil de executar. No entanto para mim, durante muito tempo, foi um ato impensável de concretizar, até que descobri as agulhas de “enfiar fácil”.

Ao acompanhar as consultas de subvisao, como voluntária da AAICA, no Instituto de Oftalmologia Dr. Gama Pinto, com o Dr. Bivar e também no Hospital Dr. Egas Moniz, com o Dr. Doria, apercebi-me que, os utentes questionados sobre o que gostariam de voltar a fazer, referiam a vontade de voltar a coser. Para além das dificuldades observadas, nas pessoas com deficiência visual, verifiquei que as mesmas eram também extensíveis  a outras pessoas, como por exemplo, as pessoas idosas.

As agulhas de “enfiar fácil”, têm um orifício (por onde entra a linha), com uma mola que, quando pressionada pela linha, abre e torna a fechar, permitindo que a linha entre e já não saia. Deste modo, não se recorre à visão, mas sim ao tato.

Agora, já posso pregar um botão ou cozer um buraco na roupa, recorrendo unicamente ao tato.